A pegada de carbono da sua rotina de beleza.

A pegada de carbono da sua rotina de beleza.

Aqui tem tudo o que você precisa saber sobre as emissões de carbono e como reduzir a sua pegada.

Com certeza você já ouviu muito esse termo por aí: pegada de carbono. A verdade é que todo mundo deixa uma pegada por aí e o tamanho dela pode depender dos produtos que você consome, da forma como você se locomove e até dos alimentos que mais come. Quando falamos em ser responsável com o Planeta, pensar na emissão de gases poluentes é essencial. 


Por isso, vou te explicar todos os detalhes sobre esse tema e ainda mostrar a melhor opção pra começar a reduzir a pegada de carbono da sua rotina.


Índice

Do começo: o que é gás carbônico?

O gás carbônico, também chamado de dióxido de carbono (CO2), é um composto químico gasoso que não apresenta cheiro ou sabor. E, sim, pode ficar chocada, esse gás é essencial pra vida na Terra, mas como tudo em excesso faz mal, atualmente ele é um dos vilões do meio ambiente. Ele pode ser produzido através do contato do monóxido de carbono (resultado da queima incompleta de compostos de carbono e combustíveis fósseis) com matérias orgânicas, mas também é liberado por vários organismos através da respiração, até por plantas e árvores.


O principal problema do CO2 não é a simples liberação dele, mas sim a quantidade exagerada em que ele é produzido e se acumula na atmosfera. A alta concentração polui o ar, contribui pra chuva ácida e o efeito estufa, o que causa desequilíbrios na temperatura do Planeta e por consequência o derretimento das calotas polares, a elevação dos níveis dos oceanos e uma grande degradação ambiental. 


Fora todos os prejuízos pra natureza, o acúmulo de carbono também faz mal pra nossa saúde. O mais comum é o aparecimento de doenças respiratórias e cardiovasculares, principalmente em idosos e crianças. Asma e bronquite são algumas das consequências mais comuns, além de desconfortos torácicos e limitações funcionais.

O que é pegada de carbono?

A pegada de carbono é um método criado pra medir a emissão de gases poluentes (todas, independente do tipo de gás) na atmosfera durante o ciclo de vida de produtos, pessoas, serviços, organizações, etc. Ela também faz parte da pegada ecológica (ou ambiental), outra metodologia que, por sua vez, define a quantidade de Terra necessária pra sustentar o estilo de vida moderno. Hoje, a pegada de carbono representa mais de 50% da pegada ecológica, sendo a que mais cresce desde os anos 70.


É através desse método que conseguimos analisar os impactos causados no nosso Planeta e as mudanças climáticas que surgem por conta da poluição. Tudo o que fazemos causa algum impacto. Hoje, precisaríamos de 1,7 Terra pra suprir as nossas necessidades contemporâneas, de acordo com a Global Footprint Network. 

Cientista fazendo experimentos para a B.O.B

Pra reduzirmos a nossa pegada de carbono, mudar os nossos hábitos é essencial. Comece aprendendo sobre consumo consciente e adapte a sua rotina aos poucos pra que ela se torne mais responsável. Assim como as pequenas ações negativas impactam o Planeta, isso também vale pras positivas. Cada mudança conta e o importante é começar respeitando os seus limites pra que as práticas se tornem hábitos.


Como calcular a pegada de carbono.

O cálculo da pegada de carbono analisa todos os detalhes do processo de produção de um objeto ou alimento, o seu uso e o que acontece com ele após o descarte. Pegando um carro como exemplo, o cálculo considera:

  • extração do petróleo
  • transporte do petróleo pra uma refinaria.
  • transporte do petróleo refinado pro posto de gasolina. 
  • tudo o que envolve a fabricação do carro.
  • queima de combustível que você utiliza.

Isso vale pra empresas também. O cálculo considera tudo aquilo que é usado nos processos de produção e dentro da própria empresa - pra você ter uma noção, até a quantidade de vezes que os funcionários andam de avião a serviço da corporação deve ser considerada.


E agora, se você é curiosa como eu, vou te dar uma informação incrível: já existem calculadoras que revelam a média das suas emissões de CO2. Basta você dar algumas informações sobre a sua rotina. Vou te indicar a do meu parceiro WWF: Calculadora Pegada Ecológica.


Os maiores emissores de carbono no Brasil.

Todos os anos o Observatório do Clima realiza um levantamento sobre as emissões de carbono no país. Eles utilizam dados de relatórios governamentais, institutos, centros de pesquisa, entidades setoriais e organizações não governamentais. Em 2021 não foi diferente: tivemos um relatório completíssimo sobre o tema que revelou como maior emissor de carbono no Brasil as “Mudanças do uso da terra”.


Essas “Mudanças do uso da terra” são a retirada da vegetação nativa pra exploração de recursos naturais. Traduzindo: desmatamento. Entre agosto de 2020 e junho de 2021, o desmatamento da Amazônia cresceu 51% com mais de 8 mil km² de área verde devastada, segundo o instituto Imazon, e esse foi o maior índice em 10 anos. 


O desmatamento lidera com 46% das emissões totais de carbono, seguido pela Agropecuária com 27% e Energia 18%. Logo depois, Processos Industriais e Resíduos ficam responsáveis por mais de 192 milhões de toneladas de CO2, o que seria equivalente aos 9% restantes. 


Quando falamos da escala mundial, a ordem é: Energia com 76%, Agricultura 12%, Processo Industriais e Resíduos 9,4% e Mudanças do uso da terra em último lugar com 3,3%.


Leia também: Como a produção de lixo contribui para o aquecimento global.


As emissões da indústria da beleza.


Mesmo que pareça um número pouco significativo quando comparado ao maior emissor, os Processos Industriais e Resíduos ainda emitem muitos gases poluentes — principalmente quando falamos da produção de embalagens plásticas e seus descartes. Dentro da indústria da beleza, 70% de todos os resíduos são embalagens, o que equivale a 120 bilhões de unidades a cada ano.


Leia mais: O lado feio da indústria da beleza.


Infelizmente a reciclagem não soluciona o problema:  além das embalagens terem vários materiais misturados, o que inviabiliza o processo de reciclagem, elas costumam ser descartadas junto com matérias orgânicas. Quando falo de “materiais misturados”, quero dizer que geralmente elas contêm uma porcentagem de plástico e tintas tóxicas, mesmo se forem feitas de papel. E sobre a reciclagem do plástico a gente já sabe, né? Nem 2% chegam a passar por esse processo no Brasil. Se quiser saber mais sobre esse tema, fiz um post por aqui que fala só sobre os mitos por trás da reciclagem do plástico.


Fora todo o processo de produção, uso e descarte das embalagens, a própria fabricação e decomposição dos produtos também libera CO2, além do transporte deles até as lojas ou a sua casa (caso seja uma compra online).

A pegada de carbono de shampoos e condicionadores em barra.

Levando tudo isso em consideração, acho que você já deve imaginar: a pegada de carbono dos cosméticos em barra é muito menor que a dos líquidos tradicionais. Isso acontece desde o processo de produção até o transporte e descarte, já que as barrinhas possuem apenas ingredientes naturais, não usam plástico nas embalagens, são veganas e cruelty free.

Diferentes shampoo B.O.B enfileirados com caixas de diferentes cores

Vamos pegar as minhas como exemplo. Meus shampoos sólidos emitem até 63% menos CO2 que as versões líquidas. Já meus condicionadores emitem até 56% menos. Isso é: trocando só o shampoo e o condicionador na sua rotina de cuidados pessoais, você já evita um monte de gases poluentes na atmosfera. Se você expandir pra outros aspectos da sua rotina, você consegue reduzir: até 46% de CO2 com as minhas Barras Faciais, 50% com as Máscaras Capilares e 62% com o B.O.B Íntimo.

Sabonete B.O.B íntimo de frente para o espelho

É uma mudança que parece pequena, mas colocando na ponta do lápis conseguimos enxergar o grande impacto positivo que ela causa no Planeta. Além de reduzir as emissões de CO2, você evita materiais poluentes na natureza e ingredientes potencialmente nocivos na sua pele e nos seus cabelos. 


Vem de B.O.B. 


Agora que você já é perita em pegada de carbono e já entendeu que as barrinhas são o futuro, vem conhecer os meus cosméticos sólidos. Minha família de barras está crescendo cada vez mais e hoje já conto com shampoos, condicionadores, máscaras capilares, barras de limpeza facial, sabonete íntimo, desodorantes, linha Kids e a versões Pockets, além de acessórios pra guardar, levar e acrescentar à sua rotina em barras. 

Caixa com diferentes Shampoo B.O.B

Se você ficar na dúvida sobre quais barrinhas escolher, também tenho 3 quizzes prontinhos pra te ajudar. Eles analisam o seu tipo de cabelo ou pele, além das suas necessidades e o que busca nos cosméticos pra cada objetivo. Dá uma olhadinha por lá e encontre a rotina plastic free perfeita pra você.


REFERÊNCIAS:

O que é pegada de carbono e como é calculada? - Valor Econômico

O impacto da pegada de carbono no meio ambiente. - Linus

Pegada de carbono: o que é e para que serve? - Ecycle

O que é CO2 e quais seus impactos? - Ecycle

Dia da Sobrecarga da Terra | Overshoot Day - WWF Brasil

Afinal, de onde vêm as emissões de gases de efeito estufa no Brasil? - Reset

Pegada de carbono: o que é, como calcular e reduzir os impactos. - MJV

Environmental Impact of Cosmetics & Beauty Products. - TRVST

There’s an Ugly Side to the Makeup Aisle, and It’s Killing the Planet - Bloomberg

Historical GHG Emissions - Climate Watch

SEEG 9 – Análise das emissões de gases de efeito estufa do Brasil (1970-2020) - Observatório do Clima

Estudo Pegada de Carbono B.O.B - Amigo do Clima

Compartilhe no Linkedin

Deixe um comentário

meus produtos

promoção
promoção
ver todos os produtos