Sabonete em barra: tudo o que você precisa saber.

Com certeza você já deve ter se deparado pelo menos uma vez com o seguinte debate: sabonete em barra ou sabonete líquido, qual é o melhor? Muitas pessoas acreditam por aí que as versões em barra de produtos líquidos não são tão higiênicas ou que podem acumular mais bactérias, mas a realidade não é bem essa.

Por isso, vamos falar tudo o que você precisa saber sobre os sabonetes em barra e explorar o que é verdade ou mito sobre cada opção. Quem será que ganha essa batalha?

Índice

 

Como são produzidos os sabonetes em barra

A maior parte dos sabonetes em barra encontrados no mercado são produzidos a partir da saponificação. Esse processo basicamente cria o sabão, porém esse não é o ideal pra nossa saúde e nem pro Planeta, já que possui ingredientes potencialmente tóxicos, como a soda cáustica.

Pra felicidade de todo mundo que busca por uma rotina menos impactante, já existem sabonetes em barra naturais que não se utilizam desse processo de saponificação padrão. Geralmente, pra poder atingir essa espuma cremosa que amamos, os sabonetes naturais se utilizam da decomposição das gorduras contidas nos óleos em glicerina e ácidos graxos.

Diferenças entre o sabonete em barra e o sabonete líquido

As diferenças entre os sabonetes líquidos e em barras vai muito além do formato. As barrinhas trazem mais benefícios pra quem usa (continua por aqui que logo logo você vai descobrir por quê). Separei aqui alguns pontos que vão ajudar você a escolher a melhor opção e vão desconstruir os mitos que rondam as barrinhas:

Espuma

Há quem diga por aí que quanto mais espuma, mais limpa a sua pele fica, só que isso não passa de uma crença popular. Existe uma falsa sensação de limpeza que a espuma oferece e, obviamente, os fabricantes de sabonetes líquidos se aproveitam desse claim pra popularizar esse formato no mercado.

Só que, assim como nos sabonetes em barra não naturais, a espuma dos sabonetes líquidos acontece através da saponificação e esse processo pode ser bastante poluente pro Planeta. Uma dica super importante é buscar entender um pouco mais sobre rótulos e ingredientes, e se manter atenta na rotulagem antes de comprar qualquer produto. Assim, você vai conseguir identificar se um produto possui ingredientes ou processos poluentes com mais facilidade.

Pegada de carbono

A “pegada de carbono” dos sabonetes líquidos é cerca de 25% maior que a dos sólidos: eles consomem 7 vezes mais energia em seu transporte por conta das embalagens plásticas (mais de 90% dos sabonetes líquidos vêm embalados em recipientes plásticos) e do volume interno de água, que os tornam maiores e mais pesados, precisando de mais viagens e combustível.

A própria produção das embalagens plásticas costuma ser um processo bastante poluente. E nem precisamos falar do problemão causado pelo descarte dessas garrafinhas e tubos plásticos na natureza, né?

Economia

Por serem mais concentradas, as barras tendem a durar mais tempo. Além disso, estudos já mostraram que a maioria das pessoas que usam sabonetes líquidos consomem, em média, 6 vezes mais produto pra lavar as mãos do que quando usam barrinhas. O próprio mecanismo que despeja o produto costuma apresentar falhas, podendo gastar quantidades muito maiores que as desejadas durante o uso. Dessa forma, as pessoas precisam comprar com muito mais frequência novos sabonetes líquidos do que suas versões em barra.

Outro ponto de muita atenção é o consumo de água que também tende a ser maior com as versões líquidas, já que deixam mais resíduos na pele, precisando de mais tempo de enxágue. Ah, e só para concluir, confira no mercado: na média, sabonetes líquidos são mais caros que os sólidos, então a economia proporcionada pelos produtos em barra ocorre em diversas áreas – até no seu bolso.

Higiene

Ainda é muito comum vermos por aí pessoas que acreditam que os sabonetes líquidos são mais higiênicos do que as versões em barra. Um dos principais argumentos utilizados pra fortalecer essa ideia é que, por estarem em contato direto com as mãos, as barras de sabonete teriam maior proliferação de germes e bactérias (especialmente em locais públicos, com alta rotatividade de pessoas).

Só que, cientificamente falando, esse argumento não pode ser comprovado e só de explorarmos um pouco mais essa teoria já conseguimos perceber que ela não faz muito sentido. Os sabonetes são utilizados justamente para higienizar a nossa pele e deixar ela livre de tais germes e bactérias, portanto essa proliferação na barrinha é quase impossível, já que os próprios componentes dos sabonetes limpariam a barra de qualquer sujeira que poderia estar presente por ali.

De qualquer forma, já foram feitas pesquisas sobre essa teoria pra verificar se realmente existe maior proliferação de bactérias em barrinhas e se essas bactérias podem nos contaminar. As pesquisas revelaram que dificilmente os germes e bactérias da nossa pele são transferidos pro sabonete e vise-versa. Se mesmo assim você ficar com alguma dúvida, uma passadinha do sabonete na água após o uso já é o suficiente pra eliminar qualquer camada superficial residual.

Organização

Outro argumento utilizado contra as barrinhas é que elas fariam mais bagunça no banheiro. Só que esse ponto depende muito do modo de uso e armazenamento do produto. Um tipo de bagunça muito parecido pode acontecer também com as versões líquida se a embalagem estiver vazando ou não tiver sido bem arquitetada.

Pra evitar que os sabonetes em barra causem qualquer meleca, uma saboneteira com vincos é a escolha ideal. O que causa aquele resíduo de produto nas saboneteiras comuns não é o sabonete em si e sim o acúmulo de água que acontece entre a barrinha e superfícies líquidas. Esse resíduo de água causa o derretimento das barras e leva aquela melequinha chata que muita gente considera como "bagunça" ou “sujeira”.

As bases da B.O.B podem ajudar você com isso também. Tanto a versão Zig-Zag, quanto a versão Elíptica possuem formatos que permitem que as barras sequem completamente. Isso evita o acúmulo de água entre a barrinha e a superfície, o que diminui qualquer bagunça e aumenta a durabilidade do seu sabonete.

Vantagens do sabonete em barra

Se tudo o que falamos até agora ainda não foi o suficiente para convencer você de que os sabonetes em barra são a melhor opção, separamos mais alguns tópicos que com certeza vão fazer você mudar de ideia:

Durabilidade

Já falamos um pouco sobre isso nos tópicos acima, mas chegou o momento de nos aprofundarmos mais nesse tema. Por não usarem água na composição, os sabonetes em barra possuem ativos mais concentrados, isso faz com que você use menos produto e tenha resultado até melhores do que com os sabonetes líquidos.

Juntando esses fatores: ingredientes concentrados + uso de menos produto, as barrinhas tendem a durar mais tempo que os sabonetes líquidos. E aí temos o sonho de consumo, né? Um produto de alta performance que custa menos e dura mais tempo.

Praticidade

Vamos combinar, um clássico é um clássico, né? Sabonetes em barra dão um show de praticidade nos líquidos, já que ocupam menos espaço, podem ser levados pra qualquer lugar e você não precisa ter medo de eles vazarem na sua bolsa ou mochila.

Já os líquidos, geralmente estão em embalagens grandes (o terror das pias e prateleiras pequenas), precisam de embalagens especiais pro transporte e ainda podem fazer uma grande meleca na sua bolsa caso a embalagem vaze. Isso é: nem um pouco práticos pra sua rotina. Isso tudo sem contar com as infinitas embalagens plásticas que ficam pra trás, tanto os modelos que usam garrafinhas, quanto os saquinhos de refis.

Sustentabilidade

Nem todo sabonete em barra é sustentável, mas as alternativas naturais que estão no mercado garantem tudo aquilo que quer uma rotina mais consciente procura: ingredientes que não agridem o Planeta, embalagens menos poluentes e processos de produção menos agressivos pro meio ambiente.

Com os sabonetes líquidos é difícil de alcançar esse mundo ideal, já que só pelo fato de terem água na composição esses produtos precisam de conservantes tóxicos e embalagens plásticas. Esses dois pontos já são determinantes pra colocar os sabonetes líquidos como um poluente, pra completar, a grande maioria possui outros ingredientes sintéticos e nocivos que colaboram pra contaminação de nossas águas e solos.

Tipos de sabonete em barra

Já citamos algumas vezes por aqui que, apesar de existirem sabonetes em barra naturais que são ótimos pra você e pro Planeta, nem toda barra tem os atributos ideais pra cuidar da sua pele sem agredir o meio ambiente. Podemos dividir os tipos de sabonete em barra em 3 categorias: convencionais, naturais e artesanais.

Sabonetes em barra convencionais

Esses são aqueles sabonetes que encontramos em qualquer mercado ou farmácia, geralmente são recheados com vários tipos de ingredientes sintéticos e nocivos, se utilizam do processo de saponificação e vem embaladinhos em plástico. Apesar de terem o ponto positivo de não usarem água na composição, todos esses pontos destacados acabam tornando esses sabonetes em barra tão ruins quanto os líquidos, isso sem contar que a maior parte deles são produtos de grandes empresas que produzem líquidos também.

Sabonetes em barra naturais

Produzidos com ingredientes naturais (como o próprio nome diz, né), esses são os sabonetes perfeitos pra quem está na busca de uma rotina mais consciente. Geralmente são produzidos em marcas que se preocupam com seu impacto ambiental, possuem embalagens menos poluentes e evitam o uso de tóxicos em suas fórmulas. Pra conseguir identificar se o sabonete que você está comprando se enquadra nesta categoria, siga os seguintes passos:

  • leia o rótulo pra identificar possíveis ingredientes nocivos.
  • dê aquele check na embalagem, se ela realmente é feita de um material biodegradável e/ou reciclável.
  • verifique os outros produtos dessa marca, se eles também são mais conscientes com o Planeta.

Sabonetes em barra artesanais

Apesar de parecerem conscientes, nem sempre os sabonetes caseiros vão ser o ideal de sustentabilidade. Como são feitos por pequenos produtores, nem sempre eles tem a disposição ferramentas e equipamentos adequados pra produção de produtos realmente sustentáveis. Então, assim como nos outros tipos de sabonetes, é sempre bom dar aquela olhadinha nos ingredientes utilizados pra produzir essa barrinha.

Dúvidas frequentes sobre sabonete em barra

Pra finalizar esse conteúdo, reunimos algumas das principais dúvidas sobre sabonetes em barra, olha só:

Como guardar o sabonete em barra?

O melhor jeito de guardar o seu sabonete em barra é em uma saboneteira que permita que a barrinha seque completamente. Pra isso, essas saboneteiras precisam ter vincos, elevações e vão que permitam que a água escorra.

Como usar sabonete em barra no rosto?

Na hora de escolher o sabonete em barra pra usar no rosto, priorize sempre os modelos pensados pra pele dessa região. Nada de passar o sabonete no corpo na face, tá? Depois que você já tiver encontrado o sabonete facial em barra perfeito pro seu tipo de pele, é só umedecer ele e passar na pele molhada. Depois, espalhe a espuma com movimentos circulares e enxágue normalmente.

Sabonete em barra e higiênico?

Muito! O que escutamos por aí sobre sabonetes em barra serem menos higiênicos do que os líquidos é puro mito. Não é atoa que esses produtos existem há tanto tempo e são usados mundo afora, né? Pode ficar confiar que as barrinhas não acumulam bactérias e nem proliferam germes.

O que rende mais: sabonete líquido ou em barra?

Sabonetes em barra duram mais que os sabonetes líquidos. Pesquisas estimaram que as pessoas usam 6x mais produto quando lavam as mãos com sabonetes líquidos. Isso é um dos fatores que contribui pra que esse tipo de produto dure menos. Fora isso, 80% do conteúdo dos sabonetes líquidos é água.

O que é melhor: sabonete líquido ou em barra?

Além de durarem mais tempo, os sabonetes em barra naturais possuem melhores ingredientes que não vão agredir a sua pele e nem o Planeta, seus processos de produção são menos poluentes e se possuem embalagens livres de plástico ainda evitam resíduos tóxicos pro meio ambiente. Isso tudo sem contar que por conta da sua durabilidade e formato, os sabonetes em barra naturais tendem a ser mais baratos do que as versões líquidas.

Por que não usar sabonete em barra no rosto?

Você pode usar sabonetes em barra no seu rosto, mas precisam ser produtos feitos para a pele dessa região. Identifique qual é o seu tipo de pele (equilibrada, ressecada, oleosa ou mista) e busque por sabonetes em barra que sejam feitos pra suprir as necessidades dela.

Qual é o melhor sabonete em barra para o rosto?

O melhor sabonete em barra para o seu rosto é sempre aquele que vai suprir as necessidades do seu tipo de pele. Se você tem a pele oleosa ou equilibrada, a B.O.B tem duas opções de barrinhas que podem ser perfeitas pra você.

Qual é o melhor sabonete em barra para pele oleosa?

A Barra de Limpeza Facial para Pele Oleosa da B.O.B é uma ótima opção para quem quer manter esse tipo de pele saudável e sequinha. Ela controla a oleosidade sem ressecar, ajuda a reduzir a acne e ainda mantém a hidratação natural da sua pele sempre em dia. O segredo pra encontrar o sabonete em barra perfeito pra pele oleosa é buscar por ingredientes naturais que vão ajudar a reduzir o excesso, mas não vão secar completamente o seu rosto. Quanto mais ressecado seu rosto ficar, mais oleosidade a sua pele vai produzir, é quase como um mecanismo de defesa do nosso organismo. Então, aquela ideia de que pra combater a oleosidade você precisa eliminar ela completamente, é um grande mito.

deixe um comentário

meus produtos