Você sabia? Transpirar é essencial pras nossas axilas!

Você sabia? Transpirar é essencial pras nossas axilas!

Ninguém gosta de ficar com aquela sensação molhada debaixo do braço, né? Mas, mesmo que não seja a coisa mais confortável do mundo, transpirar é um processo natural e essencial pro corpo — inclusive pras axilas. Essa é a forma que o corpo encontra de manter a temperatura sempre confortável e não deixar que você sofra com o calor.

Porém, sei bem que o suor excessivo nas axilas não é a situação mais agradável pra lidar no dia a dia. É aí que a gente se pergunta qual o melhor desodorante pra quem transpira muito? É possível encontrar diversos produtos que prometem acabar de vez com a transpiração, mas deixa eu te dar uma dica: interromper esse processo natural não é o jeito ideal de lidar com cheiro de suor ou a transpiração excessiva.

É isso que os antitranspirantes tradicionais acabam fazendo: eles impedem o processo de transpiração entupindo os poros das axilas com alumínio. Péssimo, né? Pode ficar tranquila que já existem alternativas melhores do que o alumínio pra lidar com o suor e os maus odores.

Vem comigo ressignificar o olhar que você tem sobre a transpiração, entender esse processo e conhecer alternativas que vão cuidar da sua pele de verdade — e sem prejudicar o Planeta!

O que é a transpiração e qual sua importância?

Pode parecer mentira, mas nós transpiramos O TEMPO TODO! Isso acontece porque o suor é o jeito mais simples que nosso corpo achou pra manter a sua temperatura sempre na média dos 36,5ºC. Se isso não acontecesse e o corpo alcançasse mais de 45ºC, os órgãos internos poderiam ser cozinhados! Tá vendo como transpirar é importante?

Deixa eu te explicar como funciona esse processo: a transpiração é produzida dentro das nossas glândulas sudoríparas, que são mais de (se prepara) 3 milhões! Elas estão distribuídas por todo o nosso corpo, mas a maior concentração está na cabeça, nas axilas, mãos, virilhas e nos pés, os lugares em que mais suamos, certo? 

Mulher bebendo um copo d'água

De forma geral, a transpiração é composta por 99% de água e sais minerais, como sódio e potássio. A maior parte do nosso suor acaba evaporando no mesmo segundo que chega à pele (como eu disse, transpiramos o tempo todo, então não é todo suor que vai ficar ou dar pra perceber).

“Ah, então se o suor é basicamente água, ele tem cheiro ruim por causa das toxinas?” Não! Apesar do que dizem por aí, não existem comprovações de que a gente libera toxinas no nosso suor. As toxinas só são liberadas do corpo pelo xixi, porque é o fígado que faz essa separação entre o que é bom pra gente e o que deve ser eliminado. Então, pra fechar: a função da transpiração é apenas regular a nossa temperatura corporal e não fazer uma limpeza no nosso organismo.

E olha só: em um dia superquente de verão, um adulto pode perder até 2,5 litros de água transpirando, mesmo sem fazer nada. Nesses dias (que estão cada vez mais comuns), o suor também pode conter água retirada dos tecidos próximos às glândulas. E quando falamos de fazer exercícios físicos, dá pra transpirar até 10 litros de água! Ou seja, se você não beber água na quantidade ideal, a desidratação vem. Então, nada de deixar a garrafinha parada, hein?

Agora uma pergunta que eu me fiz quando descobri tudo isso foi: se suar é normal e podemos transpirar bastante em dias quentes, como saber se estou transpirando em excesso ou não? E será que isso faz mal pra mim? Continue lendo pra eu te explicar o que aprendi sobre o suor excessivo.

Transpirar em excesso é saudável?

Pra começar, vou explicar o que é o excesso de transpiração. Se você mora em um lugar quente, é natural que transpire bastante, mais do que pessoas que moram onde a temperatura é mais fresquinha ou até fria. Se transpirar bastante ao realizar exercícios, seu corpo também está trabalhando normalmente pra lidar com o aquecimento. Nesses casos, não há problema nenhum em transpirar muito. Porém, a quantidade “normal” de transpiração muda muito de uma pessoa pra outra, envolvendo seu biotipo, seus hábitos diários e até a quantidade de glândulas sudoríparas que cada um tem no corpo. 

Vale a pena dar uma atenção pra esse excesso quando você está transpirando muito, mesmo sem seu corpo estar muito quente, ou seja, quando não precisa regular a sua temperatura. Quer um exemplo? Sabe quando você toma um banho refrescante e se deita pra dormir? Suar excessivamente nesse momento não é o esperado, porque a temperatura do seu corpo já está regulada.

Existem várias coisas que podem fazer com que você transpire muito em situações assim. Nem todas elas são fáceis de perceber e, em alguns casos, só um médico especializado pode te dizer exatamente o que está gerando seu suor em excesso e te indicar um caminho pra lidar com isso sem agredir seu corpo, tá bem?!

Levantei algumas causas comuns que podem contribuir pro suor em excesso pra você ficar por dentro, mas nada de autodiagnóstico, viu? Vem ver:

Prato com ceviche coberto por cebola roxa
  • Alimentos termogênicos: eles aumentam a temperatura do corpo, porque fazem o metabolismo trabalhar mais na sua digestão.
  • Bebidas alcoólicas: elas são vasodilatadoras e aumentam a produção de fluidos, que fazem você suar bastante quando estiver dormindo.
  • Medicamentos: alguns podem mexer com o funcionamento das glândulas sudoríparas, por isso, sempre converse com seu médico pra entender melhor os efeitos colaterais dos remédios.
  • Doenças: diabetes, tuberculose e hipertireoidismo podem gerar a transpiração em excesso, assim como outras condições, só um médico vai poder te orientar neste caso também.
  • Questões psicológicas: quando sofremos com estresse, medo e ansiedade, liberamos hormônios que mudam o fluxo sanguíneo e aumentam a temperatura do corpo, o que faz a gente transpirar mais.

Menopausa: esse processo natural muda os níveis de estrogênio do corpo, o que dificulta a regulação térmica, fazendo com que você sinta muito calor e transpire mais de forma inesperada

Quais as diferenças entre transpiração, suor e odor?

Suor e transpiração são dois nomes pra mesma coisa: o processo de resfriamento do corpo por meio da liberação de água. Já quando falamos de odor, estamos tocando em um outro assunto. Olha só: os cheiros desagradáveis não acontecem simplesmente por causa da transpiração ou suor. O odor forte nas axilas quando suamos é causado por fungos e bactérias que ficam em qualquer parte do corpo que tem glândulas sudoríparas, não só nas axilas. E tem mais, ele pode ser um reflexo de alguns alimentos e bebidas que consumimos, como o alho e a cebola.

Calma, vou explicar melhor! Comer alho e cebola não libera toxinas no suor e, em poucas quantidades, também não vai mudar o odor natural do seu corpo. A questão é comer muito. Esses temperinhos que a gente ama tanto são ricos em enxofre, que é um metal natural. É ele que pode gerar o cheiro mais forte no corpo, mas também é normal. Se você come pouco, só no tempero das comidas ou naquela saladinha refrescante, não precisa se preocupar. Só dá pra perceber uma mudança no odor quando se come MUITO esses alimentos.

O que gera o mau odor do suor?

Como falei, o mau odor que acompanha o suor é gerado por bactérias e fungos que moram na nossa pele. Quando transpiramos, essas bactérias transformam o suor em elementos que têm aquele cheiro mais forte e que pode ser bem chatinho.

Mas hoje existem opções de desodorante que combatem de verdade o mau odor e ajudam a controlar o suor excessivo sem entupir seus poros nem impedir que seu corpo funcione bem. 

Quais produtos usar pra evitar e controlar o mau cheiro sem interferir na transpiração?

Hoje, existem várias opções de desodorantes naturais que controlam os odores sem impedir a transpiração natural nem dar alergia nas axilas. Eles fazem isso com uma combinação de ingredientes que diminuem a proliferação das bactérias que causam o mau cheiro. Esses cosméticos também costumam ser feitos causando menos impactos no Planeta, já que não possuem ingredientes tóxicos ou nocivos.

Quer saber qual o melhor desodorante natural pra quem transpira muito? Pega esta dica: eu fiz desodorantes sem alumínio em barra pensando justamente em ingredientes que ajudam a hidratar sua pele e deixar ela respirar sem se preocupar com o mau odor.

Uma das opções da minha linha é o Desodorante em Barra Suavizante, que acalma a pele, reduz a oleosidade excessiva e ainda deixa um perfuminho doce e refrescante.

O Desodorante em Barra Purificante é outra opção que controla o mau odor e te deixa transpirar sem medo. Ele tem carvão ativado e promove uma ação de efeito detox natural que ajuda na absorção das impurezas do dia a dia. 

 

Eu também pensei em uma forma de ajudar quem quer mais proteção contra o suor excessivo: o Desodorante em Barra Intensivo, que tem óleo essencial de lavanda pra acalmar a pele e ajudar na cicatrização

E pra quem gosta daquela sensação de frescor na axila, meu Desodorante em Barra Refrescante é a opção ideal. Ele tem bicarbonato de sódio, que deixa o pH da pele alcalino, e isso é essencial pra acabar com as bactérias do mau odor.

Toda a minha linha B.O.B. Deo é livre de alumínio e não contém nenhum ingrediente potencialmente tóxico. Ela é feita com componentes de origem natural que combatem os odores sem prejudicar a microbiota natural da região da axila e te protege por bastante tempo. E o mais legal é que funciona pra todos os tipos de pele e você também pode usar à noite, porque ela não te impede de transpirar e ainda evita que o cheirinho desagradável apareça.

Os meus desodorantes sem alumínio em barra são a melhor opção pra quem está buscando uma rotina de cuidado pessoal cada vez mais equilibrada, saudável e sustentável. Eles são veganos, 100% livres de plástico e cruelty free. Depois que você mudar pro desodorante natural sem alumínio, sua pele e o Planeta vão te agradecer! 

Se suas axilas apresentarem sensibilidade, suspender o uso imediatamente. Converse com sua médica dermatologista. 

Compartilhe no Linkedin

Deixe um comentário

ver todos os produtos