mulher com sardas e flores ao lado do rosto

O que são e como surgem as sardas? Vem descobrir!

O que você conhece sobre as sardas? Essas pintinhas aparecem principalmente nas maçãs do rosto e no nariz, criando uma camada acastanhada que pode ser bem sutil ou contrastar bastante com o tom da pele. Algumas pessoas acham um charme e gostam de deixar elas bem evidentes, enquanto outras preferem amenizar a aparência que elas deixam.

Mas o fato é que, amando ou não, as sardinhas chamam a atenção e levantam algumas dúvidas, principalmente por quem tem elas e não sabe exatamente como cuidar. E por se tratar de uma característica da pele, é importante ficar por dentro de todas as informações pra não ter erro nos cuidados, né?

Por isso mesmo, hoje eu convido você pra descobrir as respostas pras principais dúvidas sobre o assunto, desde o que é a sarda até como diferenciar ela de outras manchas que podem surgir na pele. Vem comigo!

O que são e como surgem as sardas?

O que são e como surgem as sardas

As sardas, ou efélides, como são oficialmente chamadas no mundo da dermatologia, são manchas bem pequenas e redondinhas que aparecem agrupadas na pele do rosto e do colo, com uma tonalidade que pode variar do marrom-claro ao escuro. Elas são mais comuns em pessoas de pele clara e/ou ruivas.

A predisposição genética favorece bastante o surgimento das sardinhas, já que elas são um resultado do aumento da produção de melanina pelo organismo. Mas o principal fator pro aparecimento delas é a exposição ao sol, principalmente quando feita sem a devida proteção e por longos períodos. Por isso é mais comum ver as pintinhas sobre as maçãs do rosto e nariz, já que são áreas mais difíceis de esconder da luz solar no dia a dia.

Ah, e elas não aparecem desde o nascimento, viu? É por volta do segundo ou terceiro ano de vida que elas começam a dar as caras, já que nesse período a pele já teve um contato mais considerável com os raios UV.

As sardas são nocivas pra saúde?

As sardas não são nocivas pra saúde da pele e nem pro organismo, tá bem? Elas são totalmente normais, sendo apenas um sinal benigno do aumento da produção de melanina que não tem ligação com nenhum tipo de condição dermatológica, sejam manchas, como melasmas, ou mesmo condições mais sérias, como o câncer de pele. São apenas uma manifestação na estética!

Quem tem pele negra pode ter sardas?

Quem tem pele negra pode ter sardas?

Sim! Apesar de ser muito mais comum em quem tem pele clara, existem peles negras que apresentam sardas, também por conta da predisposição genética + exposição ao sol. E a manifestação das sardinhas nesses casos é a mesma, sempre numa tonalidade mais escura que a natural da pele.

Como cuidar do rosto com sardas?

Os cuidados do rosto com sardas variam conforme as necessidades do tipo de pele que a pessoa tem, seja ela naturalmente equilibrada, ressecada, sensível, mista ou oleosa. E, é claro, a melhor forma de descobrir esses cuidados, seja do rosto ou do corpo, é sempre consultando um dermatologista, que vai examinar sua pele e identificar o que ela precisa pra se manter saudável.

Quem tem sardas pode pegar sol?

Quem tem sardas pode pegar sol?

Quem tem sardas pode pegar sol, sim, mas sempre com a devida fotoproteção! Isso é importante não só pra evitar que elas se intensifiquem mais, mas também pra proteger a pele inteira contra os danos causados pelos raios solares.

E é sempre bom lembrar: os cuidados com a pele nos dias ensolarados valem pra todo mundo, com ou sem sardinhas e pintinhas no rosto, viu? Se você quiser saber mais, aproveita pra conferir meu post sobre cuidados no verão, com dicas pra manter a pele e os cabelos saudáveis, radiantes e equilibrados durante a estação mais quente do ano!

É possível eliminar as sardas do rosto?

Mesmo não sendo nocivas pra saúde, as sardas podem causar certo incômodo estético em algumas pessoas que convivem com elas — o que é totalmente normal! Se você é uma dessas pessoas e vive procurando formas de amenizar, ou até eliminar de vez, elas do rosto, existem alguns procedimentos que podem ajudar.

Vale lembrar que, antes de realizar qualquer tratamento, é fundamental conversar com seu dermatologista. Isso porque nem sempre nossa pele reage bem a certos produtos e procedimentos, dependendo do nível de sensibilidade dela. Por isso, nada de sair testando eles sem falar com profissional antes, tá bem?

Agora que você sabe tudo sobre o universo das sardas, fica muito mais fácil cuidar delas, né? E lembre que não existe certo ou errado quando o assunto é gostar ou não da aparência delas na sua pele. Seja pra evidenciar as sardinhas, ou suavizar elas, o importante é que você se sinta bem com o que vê no espelho.

Ah, e se você curtiu esse conteúdo e quer continuar aprendendo sobre o universo do skincare, aproveita pra conferir meu post sobre a rosácea, uma condição inflamatória bem comum e que merece bastante atenção. A gente se vê em breve!

Compartilhe no Linkedin

Deixe um comentário

meus produtos

promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
ver todos os produtos