Upcycling é a mesma coisa que reciclagem? Veja a diferença!

Upcycling é a mesma coisa que reciclagem? Veja a diferença!

Quando a gente começa a procurar sobre o assunto "sustentabilidade" vários termos vão surgindo e, às vezes, pode ficar meio difícil de entender, não é? Por isso, eu resolvi separar um deles pra conversarmos melhor hoje e você continuar na busca por alternativas e ações que ajudam o nosso Planeta.

Dentro desse universo podemos falar sobre vários assuntos, como o consumo consciente, por exemplo, mas escolhi um que muitas pessoas confundem com reciclagem. Estou falando do upcycling!

Vou te explicar tudo sobre ele, onde é aplicado, como enxergamos e colaboramos pra tornar o mundo um lugar melhor e, claro, as diferenças entre upcycling, reciclagem e customização, já que é uma dúvida muito comum. Então, vem comigo e fique por dentro de tudo.

reciclagem garrafas pet

O que é upcycling?

Basicamente, o upcycling é o reaproveitamento de objetos que, até então, não tinham mais nenhum uso. É sobre colocar a criatividade no jogo e dar um novo propósito a materiais que seriam jogados fora. Mas vou voltar um pouquinho na história pra explicar de onde o termo vem, combinado?

A palavra upcycling não é tão recente assim, apesar de ter ganho muito mais visibilidade nos últimos anos. Na verdade, ela surgiu em 1994, com o ambientalista alemão Reine Pilz, mas foi só em 2002 que ganhou força, por causa do livro “Cradle to cradle: criar e reciclar ilimitadamente” (Cradle to cradle: rethink the way we make things) que fala sobre a reutilização de recursos de forma circular.

Um detalhe importante — que, inclusive, começa a explicar a diferença entre o termo e a reciclagem — é que os novos produtos que surgem a partir do upcycling são de valor igual ou maior do que os primeiros. Ou seja, tem muita tecnologia envolvida!

Ah, além disso, a prática diminui a exploração de matéria-prima e o gasto de água e energia pra transformação de um produto em outro. Isso o torna um ótimo exemplo de economia circular e deixa tudo ainda mais sustentável pro Planeta.

produtos reaproveitados

Diferença entre upcycling e reciclagem

Lembra quando eu disse que o upcycling tem um 'quê' de tecnologia pra criar um novo produto de igual ou maior valor do que a peça original? Então, em contrapartida, a reciclagem (ou downcycling) usa um processo de degradação na criação de outros itens ou peças com o que não está mais sendo usado — não com o foco de "aumentar" o valor, mas apenas pra reaproveitar o material mesmo.

A ideia principal dos conceitos é continuar a vida útil do que não está mais sendo usado, garantindo que o Planeta seja um lugar mais saudável de se viver. Mas, cada um adota técnicas e perspectivas diferentes, nos deixando livres na escolha do que faz mais sentido pro nosso dia a dia.

Inclusive, vale lembrar mais uma diferença: enquanto a reciclagem depende da quebra da matéria-prima pra criação de algo novo (e, às vezes, até de processos químicos), o upcycling usa esse material em sua forma mais “natural” possível.

Vou deixar um questionamento em aberto aqui e te fazer pensar em como temos alguns conceitos tão enraizados em nossa cabeça que nos parecem certos, mas que, na verdade, não é bem assim... Sabe aquela bolsa feita de garrafa pet ou retalhos de tecido da feirinha de artesanato? Ela é um exemplo de upcycling ou reciclagem?

Upcycling é o mesmo que customização?

Outro termo que também causa dúvidas em relação ao upcycling é a customização, mas, assim como a reciclagem, esses nomes não querem dizer o mesmo.

Na verdade, a customização é uma técnica que mantém a maior parte das características originais da peça e apenas recebe algumas modificações criativas. Ou seja, a função original do item não muda, ele apenas recebe uma “repaginação” — como o caso de uma jaqueta que você pinta ou acrescenta alguns bordados.

Pensando o upcycling na prática

Agora que você já viu tudo sobre o conceito, chegou a hora de entender observando a prática! Geralmente, quando procuramos exemplos upcycling, o que costuma aparecer são opções dentro da moda — realmente dá pra fazer várias coisas e já falo mais sobre isso —, mas saiba que ele vai muito além! Você pode aplicar o conceito em vários segmentos, olha só:

Upcycling na moda

A gente já sabe que a Indústria da Moda é uma das mais poluentes do Planeta (devido sua alta exploração de energia, água e outros recursos naturais), por isso mesmo, o que mais aparece quando estamos estudando sobre o upcycling é sua aplicação dentro do setor.

Sabe quando vemos aquela calça jeans feita com os cós de outras calças? Esse é um dos exemplos! Você também pode pegar aquela jaqueta que não usa mais e transformar em uma saia novinha. E esse processo não é valorizado apenas no contexto micro não, até marcas de luxo já entraram nessa onda.

fita métrica, tesoura e calça

Upcycling na decoração e arquitetura

Ao invés de comprar uma cômoda nova com cara de mais moderna, que tal aproveitar aquela antiga que você já tinha e dar uma super repaginada nela? Você pode lixar a madeira, pintar, trocar os puxadores, os pés (ou tirá-los mesmo) e, quem sabe, até adicionar um tampão diferente — claro, só não esqueça de observar a procedência de cada item que for colocar.

Outra ideia é pegar essa mesma cômoda e transformar em um organizador pro seu escritório. É só tirar todas as gavetas, colocar prateleiras nos espaços e usar aqueles cestos organizadores (eles podem ser feitos com sobras de tecidos) nelas pra guardar tudo o que você precisa.

Você ainda pode pegar as sacolas de presente paradas que tem em casa e transformá-las em quadros decorativos usando um pouco da sua criatividade. O upcycling pode deixar o seu ambiente ainda mais especial e único!

Upcycling na área da beleza

É possível colaborar com o meio ambiente até mesmo na área da beleza, viu? Hoje já existe um movimento super interessante de marcas que têm usado resíduos, principalmente alimentícios, como ingredientes de cosméticos naturais. Dessa forma, o que antes seria jogado fora, hoje já pode ser reaproveitado de forma super inteligente.

E a qualidade vai te surpreender, porque os cosméticos naturais levam em conta os mesmos padrões de qualidade das marcas tradicionais e ainda respeitam você e o Planeta. Legal, né?

B.O.B: o cuidado que você e a natureza merecem

Eu nasci pra resolver uma falta que a gente sentia: produtos de autocuidado que pudessem ser tão bons pra nós quanto pro meio ambiente. Em um mundo que produz mais de 400 milhões de toneladas de plástico por ano (dados do estudo Plastic pollution: Pathways to net zero do banco Credit Suisse), uma marca plastic free e cruelty free faz toda a diferença!

Sabia que a cada barrinha minha você reduz o uso de uma a duas garrafas plásticas de 200 ml? Sem contar que as fórmulas são feitas gastando menos água, energia e recursos, mas, claro, com muuuita qualidade pra você não se preocupar.

barras e seus ingredientes

Se você também se incomoda com essas pautas e quer começar seu processo de adotar algumas práticas que podem ajudar o nosso Planeta, que tal cuidar dos seus cabelos com uma linha completa de shampoos e condicionadores em barra? Seu cabelo vai ficar super bem cuidado e, o melhor, sem agredir a natureza. Vem conhecer todos os produtos!

cosméticos em barra vegano
Compartilhe no Linkedin

Deixe um comentário

meus produtos

promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
promoção
ver todos os produtos