Cabelo natural é cabelo saudável: sinta-se bem com você mesma e com seus fios!

Se depois de tantas químicas, você até já esqueceu como é o seu cabelo natural, este pode ser o sinal para voltar às suas origens e fazer as pazes com seus fios do jeitinho que eles são. Vemos esse movimento ganhar cada vez mais força junto com outras tendências que caminham nessa mesma direção: estimular a aceitação da diversidade de cabelos e a individualidade de cada um deles. 


Apostar em seu cabelo natural, além de ser um manifesto pessoal de personalidade e autenticidade, desafia os padrões e estereótipos impostos pela sociedade, e ainda traz uma série de benefícios para sua rotina de autocuidado.


Quer saber mais sobre tudo isso? Então vem com a gente!


Índice



Cabelo saudável


O conceito de cabelo saudável já passou por diferentes definições ao longo do tempo e, claro, isso quase sempre inclui o aspecto visual dos fios e como eles se comportam. Mas, talvez, esse não seja o critério ideal para reconhecer um cabelo saudável.


Isso porque nem sempre um cabelo plenamente arrumado, equilibrado, sem nenhuma pontinha fora do lugar, é necessariamente um cabelo saudável, concorda? Aliás, pode até ser exatamente o oposto: para chegar a esse visual artificial e sem “defeitos”, esses fios podem ter passado por uma série de agressões e tratamentos que prejudicaram sua estrutura e a saúde capilar.


É importante lembrar que não estamos falando apenas dos cabelos lisos e sedosos que povoam o imaginário popular: até mesmo fios cacheados e crespos podem estar passando por processos forçados e prejudiciais para exibirem um visual perfeitinho, distante de sua forma natural.



Mas, afinal, o que é um cabelo saudável?


Um cabelo saudável é forte, não se quebra com facilidade, e apresenta o equilíbrio ideal da oleosidade natural que vem do couro cabeludo, sem excessos e sem risco de ressecamento. Ele é bem nutrido a partir da raiz e possui uma boa proteção contra as possíveis agressões do dia a dia: sol forte, resíduos de poluição, cloro de piscinas, etc. 


Confira algumas características que indicam como saber se o seu cabelo está saudável:


  • Brilho

Cabelos saudáveis geralmente são brilhosos, e isso indica que estão bem hidratados, nutridos e com a oleosidade natural bem distribuída ao longo do fio. Cabelos opacos, sem brilho, são um alerta de fios com problemas.


  • Maciez

Cabelos macios não são, necessariamente, lisos. Fios ondulados, cacheados e crespos também podem oferecer esse toque de maciez ao passar a mão por eles, mostrando que estão com a cutícula saudável.


  • Elasticidade/Resistência

Um fio saudável apresenta elasticidade, especialmente se está molhado. Quando o cabelo começa a se quebrar facilmente ao pentear, pode ser sinal de ressecamento.


  • Pontas

Vamos combinar: as pontas são as estrelas, já que geralmente são elas que denunciam todo o cabelo. Quem nunca ficou uns bons minutos analisando as pontinhas, né? Elas costumam ser uma das primeiras regiões do fio que apresentam problemas quando o cabelo não está saudável, já que são o trecho mais antigo dele. Pontas inteiras e com brilho mostram que seu cabelo está em dia.


  • Queda

Sim, a saúde do seu cabelo também está nos fios que já caíram. Quando esse processo ocorre de forma natural, com uma quantidade de fios caindo dentro do esperado isso indica saúde. Queda de cabelo em excesso, sem fios novos nascendo? Problemas à vista!


  • Couro cabeludo

É isso mesmo: a saúde do seu couro cabeludo também faz parte da saúde dos seus cabelos. É ali onde nascem os fios, e problemas na região são transmitidos para eles. Um couro cabeludo com saúde não apresenta descamações - a famosa caspa - está sempre limpo, sem acúmulo de resíduos e com a oleosidade equilibrada.



Cabelo natural também precisa de cuidados


Como o próprio nome diz, o cabelo natural é aquele que respeita o perfil capilar de cada pessoa, sem sofrer nenhum tipo de ação que mude a  sua aparência. É o cabelo sendo ele mesmo!


O cabelo natural pode ser um cabelo mais saudável, já que não passa pelas tradicionais agressões físicas ou químicas - alisamentos, chapinhas, colorações, etc. - que interferem em seu estado natural. Essas ações deixam sequelas nos fios ou no couro cabeludo: ressecamento, fragilidade excessiva, excesso de resíduos, etc.


Mas, não se engane: o cabelo natural, ainda que esteja livre da ameaça desses tratamentos, também precisa de cuidados. Ele continua exposto a uma série de fatores naturais, como o sol, por exemplo, exigindo dedicação e carinho para que se mantenham bonitos e saudáveis.


Uma das formas de manter esses cuidados em dia, sem abrir mão de toda a personalidade natural dos seus fios, é colocar em prática uma rotina semanal de cuidados. É o famoso cronograma capilar: uma sequência de ações de hidratação, nutrição e restauração que atendem às necessidades dos fios e garantem que estejam sempre em dia. Existem diferentes tipos de cronograma capilar, para cada tipo de cabelo, já que cada perfil tem necessidades específicas.


Leia também: Cronograma capilar: haircare é o novo skincare



Baby Hair, bebê!


Sabe aqueles fiozinhos de cabelo bem fininhos e pequenos que nascem ali na região da testa e das têmporas? Eles recebem o nome de baby hair, e o apelido faz todo sentido: de fato, eles se parecem bastante com aqueles cabelinhos que nascem nos bebês antes dos primeiros fios mais fortes crescerem.


Antes de mais nada, falando em cabelo natural, é preciso dizer que eles são uma notícia muito boa: o baby hair indica que o ciclo de nascimento de novos fios está funcionando a pleno vapor! No entanto, muitas mulheres se sentem incomodadas com esses fiozinhos, já que eles podem ser mais rebeldes, e dificultam alguns penteados - especialmente quando envolvem o cabelo preso. Com isso, surgiram diversas técnicas de como esconder ou domar o baby hair - algo que vai no sentido contrário de um cabelo mais natural e saudável.


Aceitar o baby hair e até mesmo usá-lo a seu favor pode ser uma saída mais legal: é possível criar penteados e estilizar esses fiozinhos de uma forma incrível! E essa atitude - que não é exatamente uma novidade - voltou a ser tendência nos últimos anos, sabia?


E o temido frizz?


Só de ler essa palavrinha você já sente um arrepio? Tudo bem, o frizz pode ser assustador mesmo em algumas situações - especialmente se você se deixa levar pelos padrões tradicionais do que é um cabelo bonito.


As causas do frizz podem ser diversas, e seu aparecimento pode ser um sintoma de um cabelo que precisa de cuidados. Fios que passaram por processos químicos perdem nutrientes da estrutura capilar, e ficam mais expostos à umidade na fibra, que absorve água do ar e leva ao efeito frizz. Além disso, como você já deve saber, existem perfis diferentes de cabelo, e alguns deles são naturalmente mais propensos aos frizz - caso dos cacheados e crespos, cuja curvatura dos fios dificulta a distribuição da oleosidade por toda sua extensão, levando ao ressecamento. 


Mas o frizz também aparece em fios lisos ou ondulados, e lutar desesperadamente para eliminar essa condição pode acabar gerando outros problemas. Muitos cremes de pentear e outros produtos que prometem acabar com o frizz podem se acumular nos fios e no couro, desregulando a oleosidade e complicando ainda mais a situação.


O ideal é entender as causas do frizz para decidir se é preciso combatê-lo - caso de cabelos com deficiência de nutrição e hidratação - ou se é apenas uma característica natural dos seus fios, já que alguns cabelos podem ser mais porosos que outros. Lembre-se que aceitar a “eletricidade” natural deles pode ser uma opção! E mais: se estiver com a saúde dos seus fios em dia, o frizz pode ser reduzido naturalmente.


Além disso, se quiser manter o frizz sob controle de um modo mais natural, uma ótima opção é o uso de produtos com um propósito mais sustentável, como as nossas máscaras capilares. A Máscara Capilar Hidratação, por exemplo, foi desenvolvida para nutrir, hidratar e fortalecer os fios ao mesmo tempo, e reúne os 3 benefícios do cronograma capilar, gerando mais brilho e maciez para seus cabelos.


Ela é composta de diversos ingredientes naturais, perfeitos para o cuidado com seu cabelo natural: sua fórmula traz, por exemplo, a Proteína de Quinoa, que restaura a queratina dos fios, o Óleo de Argan, que é rico em ômegas e ajuda a combater o frizz e o Mel de Yacon, que confere um brilho intenso aos cabelos sem abrir mão de sua natureza e personalidade.


Outra dica para liberar todo o potencial do seu cabelo natural é usar sua criatividade e modelar seus fios fiozinhos com nossa Máscara Capilar Definição. Como o próprio nome já diz, ela hidrata, modela e define os cabelos ao mesmo tempo, também deixando os fios nutridos e macios.


E o mais legal é que a Máscara Capilar Definição faz tudo isso apostando em um time de componentes naturais que deixam seu cabelo natural ainda mais saudável: as Manteigas de Bacuri e de Karité, por exemplo, combatem o ressecamento, e o Extrato de Shikakai atua na modelagem, definição e no controle do frizz, enquanto o Aminoácido de Beterraba fortalece a fibra capilar e auxilia na retenção hídrica dos fios.


Cabelo natural? Produtos naturais!


Depois de conhecer um pouco mais sobre as nossas duas máscaras capilares, nunca é demais lembrar que toda a nossa linha de produtos segue o mesmo propósito: são cosméticos waterless, em formato de barrinhas sólidas super charmosas e de alta performance. Elas levam os melhores ingredientes naturais até seu banheiro - alô, Clean Beauty! - e dão um banho de inovação e sustentabilidade. 


Nossos shampoos, condicionadores, máscara capilares e limpadores faciais são veganos, livres de crueldade animal e 100% plastic free. Com as nossas barras, cuidar do seu cabelo natural se transforma em cuidado com o meio ambiente, e essa rotina se torna muito mais consciente, simples, prática e inteligente. 


Deixe seus comentários, e compartilhe com a gente como tem sido sua rotina em busca de uma beleza mais natural e saudável! 

1 comentário

robson janeiro 26, 2022

post incrível

deixe um comentário

meus produtos