Waterless Beauty: entenda o conceito que revoluciona a indústria dos cosméticos!

Com o perdão do trocadilho, falar da importância da água é chover no molhado - mesmo com a dramática falta de chuvas que estamos vivenciando neste exato momento no Brasil, à beira do racionamento hídrico e elétrico. Esse cenário preocupante só confirma como o uso consciente desse recurso natural já não é mais uma questão de escolha, mas uma urgência no mundo atual.


E essa consciência precisa estar em todo lugar: desde as situações mais conhecidas, como lavar louça, escovar os dentes, tomar banho e lavar o carro, até as menos óbvias, como, por exemplo, sua rotina de autocuidado. É isso mesmo: seu skincare e seu haircare também consomem água, e é preciso estar alerta quanto a isso.


Por isso, o movimento Waterless Beauty vem ganhando força no cenário da beleza global, e aqui no Brasil também. A ideia é encontrar formas alternativas de cuidado, que envolvam menor uso e consumo de água, seja na produção dos cosméticos ou na forma como são utilizados. 


Saber mais sobre esse assunto é importante, por isso nosso conteúdo vai explicar direitinho o que é Waterless Beauty e como aderir a essa tendência pode ser mais fácil - e mais benéfico - do que você imagina! Vem com a gente!


Índice


Waterless Beauty

Waterless Beauty, em uma tradução livre, significa algo como “beleza sem água”, e essa expressão já diz tudo: a proposta é encontrar formas de cuidar da beleza e da saúde da pele e dos cabelos reduzindo ou eliminando o uso de água nesse processo.


Nesse sentido, diversos produtos do setor de beleza têm apresentado soluções alternativas para economizar água: algumas marcas investem em condicionadores de enxágue mais rápido, outras substituem a água de suas fórmulas por óleos vegetais, e já existem até mesmo aparelhos de depilação à base de aloe vera, que dispensam o uso de água durante o procedimento.

Outra solução bastante eficaz é criar fórmulas mais concentradas, com menos água diluindo os ingredientes, ou transformar produtos tradicionalmente líquidos em versões sólidas - às vezes, até mesmo em pó. 


Shampoo? Sólido! Condicionador? Também, claro. Máscara capilar? Em barra. Entendeu a ideia? Basicamente, se um cosmético pode ser produzido, embalado e utilizado consumindo menos água, então por que não fazer isso?


Além disso, muitas fábricas também estão otimizando seus processos industriais para reduzir o uso de água ou aproveitar ao máximo esse recurso.



Cosméticos à base de água

Falando em fábricas, durante muito tempo a indústria de cosméticos e outros produtos de beleza foi quase que totalmente baseada no uso de água, seja como um componente crucial em sua fórmula ou como um recurso necessário para sua produção ou utilização. Na verdade, ainda é assim até hoje, mas lentamente essa realidade está mudando.


Conforme aumenta a conscientização a respeito do uso racional da água em todas as esferas de nossa sociedade, alternativas mais sustentáveis e conscientes começam a aparecer também no setor da beleza, que passou a questionar o modo como vem utilizando esse recurso escasso no planeta.


Saber, por exemplo, que mais de 80% do conteúdo de um frasco de shampoo líquido é composto de água parece não fazer mais nenhum sentido hoje em dia, não acha? 

 

O problema da água

Mas, por que se preocupar com a água em seus produtos de beleza? Porque ela está acabando, e as ações humanas - como queimadas, desmatamento e aumento da temperatura global - pioram ainda mais essa situação. E, sem água, você já sabe que nosso futuro não tem um final muito feliz, né. Veja só:

  • Aproximadamente 97,5% de toda água existente no planeta é salgada. Os 2,5% de água doce estão nos pólos, em geleiras, e também no subsolo, em aquíferos e poços. Somente 0,03% de toda a água do mundo está em lagos, rios e outras fontes disponíveis para atender às necessidades humanas.
  • A OMS estima que mais de 80% das doenças no mundo resultam da ingestão de água contaminada, matando, todos os anos, 3,5 milhões de pessoas.
  • Em 2018, só o Brasil desperdiçou 6,5 bilhões de metros cúbicos de água. Até parece que está sobrando, né?


Prejuízos ao meio ambiente

Diante desses números, fica muito claro que o uso descontrolado da água na produção e no uso de cosméticos e produtos de beleza acaba sendo mais uma fonte de prejuízos ao meio ambiente. Mas o impacto negativo desse consumo irracional de água na indústria da beleza é ainda maior do que muita gente imagina. Acompanhe:

  • Cosméticos líquidos consomem muita água em sua produção, em seu envase e em seu uso. Nos produtos produtos de beleza sem água, boa parte desse consumo é evitado.
  • Toda essa água presente nos produtos líquidos pode ser um meio atraente para a proliferação de bactérias e fungos. Nas versões sólidas, esse risco é quase nulo.
  • Para reduzir esse risco, os produtos líquidos costumam conter conservantes químicos agressivos que visam eliminar esses microrganismos. Só que eles podem causar danos ao meio ambiente, escorrendo pelos ralos, contaminando o sistema de água das cidades e, ao final, poluindo rios e oceanos.
  • Produtos líquidos precisam, necessariamente, de embalagens como frascos e garrafas que, em sua imensa maioria, são feitos dele: o plástico! E você já sabe como essa história termina, né? Apenas 1,3% do lixo plástico no Brasil, por exemplo, é reciclado. O restante acaba na natureza, poluindo ecossistemas e matando animais.

Riscos ao cabelo e à pele

Mas os cosméticos à base de água não prejudicam apenas o meio ambiente: eles ainda podem prejudicar você, sabia?

Isso porque todos aqueles agentes químicos agressivos que são adicionados aos produtos líquidos para combater bactérias e microrganismos também são nocivos à sua saúde, claro!

Não é raro o surgimento de alergias e, em alguns casos, até mesmo problemas mais graves, como intoxicações e desequilíbrio hormonal pelo uso de alguns produtos de skincare e haircare. Suas fórmulas podem incluir ativos derivados de petróleo, sulfatos agressivos, ftalatos, parabenos e outros componentes que agridem sua saúde.

Não é à toa que o movimento Waterless Beauty tem tudo a ver com outra tendência atual: o Clean Beauty, que estimula uma maior consciência sobre quais são, de onde vêm e como nos afetam os ingredientes dos cosméticos que usamos diariamente.

 

Leia também: TUDO SOBRE CLEAN BEAUTY: A BUSCA POR UMA BELEZA MAIS LIMPA


Nesse sentido, a alternativa da “beleza sem água” é mais natural: como não precisa desses conservantes agressivos, os produtos Waterless Beauty costumam ter fórmulas mais suaves, com ingredientes naturais. 

É o caso dos produtos de haircare e skincare sem água da B.O.B, com seu formato sólido inovador e seus ingredientes naturais, que incluem extratos vegetais, óleos essenciais e outros componentes de origem certificada e sustentável.


Produtos Waterless Beauty da B.O.B

Os shampoos, condicionadores, máscaras capilares e limpadores faciais da B.O.B são todos sólidos, em barra, em total alinhamento com o movimento Waterless Beauty. Isso garante todos os benefícios possíveis para você e para o meio ambiente: nossas barras consomem menos água, são veganas, naturais, livres de qualquer crueldade animal e, claro, são totalmente livres de plástico!

Mas ainda existem mais vantagens em uma barra da B.O.B: cosméticos sólidos são mais concentrados, então eles rendem muito mais, economizando não apenas água, mas seu dinheirinho também! Demais, não acha?

Com tantas vantagens assim, se você ainda não experimentou os produtos da linha B.O.B, não sabe o que está perdendo. E se já experimentou, que tal compartilhar com a gente aqui o que achou dos nossos produtos?

deixe um comentário

nossos produtos