Cabelo Oleoso x Queda de Cabelo: entenda como eles se relacionam!

A queda de cabelo é um problema imprevisível: atinge homens e mulheres de diversas idades, com diferentes perfis capilares e estilos de vida. A situação parece preocupante, mas calma, nada de pânico: em muitos casos, trata-se de uma condição passageira, ligada a algum gatilho específico que, se tratado, acaba com o problema.

Um dos fatores que pode causar a queda capilar é a oleosidade em excesso. Esse cenário é muito comum, mas a boa notícia é que existem diversas formas de regular essa produção exagerada de óleo no couro cabeludo, amenizando ou até mesmo eliminando o problema da queda.

Se você está passando por um momento de queda de cabelo e também sofre para controlar a oleosidade, este conteúdo é para você: vamos entender as causas do problema, descobrir como tirar a oleosidade do cabelo e falar sobre as melhores opções de shampoo para cabelo oleoso.

Vamos lá?

 

Índice

Cabelo oleoso

A expressão cabelo oleoso precisa ser entendida com cuidado, já que ela abre margem para interpretações erradas. Com isso, muitas pessoas ficam em dúvida e acabam até se perguntando se é bom ter cabelo oleoso.

O fato é que a oleosidade no cabelo - que surge antes no couro cabeludo e vai percorrendo os fios - é algo natural, saudável e, até mesmo, essencial para eles. É uma solução natural do seu corpo para manter os fios protegidos contra as agressões do dia a dia, criando um revestimento ao redor deles que evita o ressecamento. Agora, o problema começa quando essa oleosidade foge do controle e se torna excessiva, causando diversos probleminhas - um deles, a queda dos fios.

Por isso, é preciso deixar claro: seu cabelo precisa de uma certa dose de oleosidade, sim. Sem essa proteção natural do couro cabeludo, seus fios podem ter ressecamento em excesso, o que também é um problema. Mas quando se fala da relação “oleosidade x queda de cabelo”, estamos nos referindo ao cabelo muito oleoso: aquele que sofre com o exagero de gordura no couro e nos fios.

cabelo oleoso

 

Por que meu cabelo é tão oleoso?

As causas para a produção descontrolada de sebo na região do couro e nos fios podem ser variadas. Elas passam por questões genéticas, claro, mas também sofrem influência de outros fatores, que vão desde a rotina alimentar e de trabalho até o modo como você cuida dos cabelos.

Já é senso comum que alguns alimentos podem estimular uma maior produção de gordura em nosso corpo: carboidratos refinados e frituras são exemplos. Da mesma forma, uma rotina estressante no trabalho ou nas atividades diárias também pode disparar uma reação do organismo, na forma de uma secreção descontrolada de óleo. 

Além disso, o uso de produtos e tratamentos inadequados para seu perfil capilar - e até mesmo a forma como são aplicados - também possui grande influência na geração dessa oleosidade excessiva. Secadores e chapinhas, por exemplo, tendem a elevar a temperatura do couro cabeludo e estimular a atividade das glândulas sebáceas, assim como aqueles banhos onde você exagera na água quente. Analisar esses fatores pode ajudar você a entender as causas de um cabelo tão oleoso. 


Como resolver o cabelo oleoso?

A melhor forma de obter resultados e resolver o problema é combater as causas dele. Por exemplo, se você percebeu que sua dieta inclui muitos alimentos ricos em gordura, é recomendável equilibrar essa balança. Aliás, nem precisamos dizer que manter uma alimentação saudável é importante não apenas para seus cabelos, né? Ela traz benefícios para sua vida de forma geral!

Da mesma forma, se você tem cabelo oleoso e está utilizando todo dia um shampoo para fios ressecados, alguma coisa está errada, concorda? O melhor é escolher um shampoo para cabelo oleoso, que já é formulado para ajudar a regular essa gordura em excesso na região.

Tem mais: como você utiliza o condicionador e outros produtos, como o leave-in e a máscara capilar? Lembre-se que alguns deles não são indicados para uso diário e que o correto é passar esses produtos apenas nos fios - da metade para as pontas -, nunca na raiz dos seus cabelos, tá? Aplicar esses cosméticos diretamente no couro cria um acúmulo de resíduos no local, entupindo os folículos. Isso enfraquece os fios e leva à queda. 

queda de cabelo

Oleosidade x Queda de Cabelo

Mas afinal, como a oleosidade acaba causando queda capilar? Funciona mais ou menos assim: as responsáveis por produzir a oleosidade natural do couro cabeludo são as glândulas sebáceas, nos folículos pilosos. É ali que nascem os fios. Quando ocorre um processo descontrolado de secreção desse óleo, ele acaba se acumulando naquela região e, por fim, entupindo esse canal.

Esse bloqueio no folículo vai enfraquecendo e estrangulando o cerne do fio que, após algum tempo, de tão fraco, tende a cair. Da mesma forma, com esse canal bloqueado, o nascimento de um novo fio - que seria o processo natural - também se torna mais difícil.

“Tem como piorar essa situação?” Sempre tem, né? Você também pode contribuir para tornar tudo mais complicado ao aplicar condicionadores e outros produtos diretamente na região da raiz. Restos desses cosméticos tendem a se acumular por ali, e ajudam a tampar os poros também, agravando o problema.

Essa camada de gordura que se junta na região ainda acaba dando origem a ela, a temida dermatite seborreica - mais conhecida como caspa - que se forma a partir de pequenas placas secas de sebo que se descolam do couro e vão se espalhando pelos cabelos, gerando aquele visual desconfortável. Ninguém merece, né?

Leia tambémShampoo Anticaspa: respostas para todas as suas dúvidas

 

O que causa a queda de cabelo?

Há diversas causas para a queda de cabelo. Algumas, como já vimos, têm sua origem em fatores genéticos ou hormonais. É o caso de períodos de queda acentuada em mulheres após o parto ou na menopausa, ou da alopecia androgenética, que atinge mais os homens a partir de certa idade.

Também há casos de queda de cabelo que surgem como uma reação do nosso corpo a descargas hormonais súbitas e intensas, geralmente ligadas a eventos traumáticos ou de estresse grande, como acidentes, perdas de pessoas queridas ou outros acontecimentos inesperados.

Mas, em boa parte das causas para a queda de cabelo, a oleosidade está sempre presente, seja como elemento causador ou complicador do problema. Portanto, cuidar dos cabelos oleosos e equilibrar essa produção de óleo é uma atitude sempre positiva para colaborar com o tratamento.

 

queda capilar

 

Como tratar a queda de cabelo?

Casos de queda de cabelo ligados a fatores genéticos ou a distúrbios hormonais sempre precisarão passar pelo tratamento com medicações específicas, que só podem ser indicadas pelo profissional de dermatologia. Mesmo assim, em muitos desses tratamentos com medicamentos, o dermatologista também recomenda o uso de produtos que visam conter ou regular a oleosidade no couro cabeludo. É uma abordagem mais abrangente, que combate a queda de cabelo em suas diversas causas.

Você pode executar os cuidados a seguir para reduzir a oleosidade em seus cabelos:

  • Adote uma dieta balanceada e corte os alimentos que podem causar aumento da oleosidade;
  • Evite o uso de secadores, chapinhas e outros procedimentos térmicos: aumentar a temperatura do couro estimula a atividade das glândulas sebáceas;
  • Da mesma forma, não exagere nos banhos com água quente;
  • Nunca aplique condicionadores, máscaras e outros produtos na raiz dos cabelos - somente na extensão do fio, até as pontas;
  • Atenção com os produtos que usa: confira se não são indicados para cabelos secos, pois podem estar estimulando a oleosidade;
  • Controle seu impulso de passar as mãos no cabelo: elas podem levar oleosidade de outras parte do corpo para seus fios;
  • Encontre e utilize um shampoo para cabelo oleoso que se adapte aos seus cabelos.

O shampoo para cabelo oleoso possui uma formulação composta de ingredientes que irão ajudar no controle do problema, como ativos surfactantes e adstringentes, que auxiliam na remoção da gordura e também limpam a região. É preciso ter cuidado na hora de escolher seu shampoo para cabelo oleoso: muitos produtos utilizam componentes químicos agressivos que, além de poluírem o meio ambiente, também aumentam o problema. 

Alguns dos ingredientes das fórmulas de shampoos mais tradicionais, como os sulfatos sintéticos, são tão poderosos que acabam removendo até mesmo a gordura desejada, aquela que é necessária para a saúde do cabelo. Com isso, vem o ressecamento. E, pior ainda: com o ressecamento, pode ocorrer o famoso efeito rebote - seu corpo entende que o couro está ressecado e passa a produzir uma carga ainda maior de gordura, desestabilizando de vez a situação.


Shampoo para queda de cabelo: como escolher o produto e tratar o problema

Já deu para perceber que combater a oleosidade no cabelo é crucial para controlar a queda dos fios, né? Por isso, na grande maioria dos casos, quando se fala em usar um shampoo para queda de cabelo, estamos falando em como tirar a oleosidade em excesso, utilizando um shampoo que irá tratar o cabelo oleoso e amenizar essa condição sem remover a camada natural essencial para a saúde do couro cabeludo.

Na verdade, além de combater e controlar a oleosidade, um bom shampoo para queda de cabelo também costuma contar com proteínas e vitaminas fundamentais para estimular o crescimento de novos fios, e o fortalecimento dos existentes. 

É o caso do Shampoo Purificante, da B.O.B: sua fórmula combina efeitos de limpeza profunda e tratamento do couro cabeludo, reduzindo a oleosidade, e ao mesmo tempo traz hidratação e nutrição aos fios, sem risco de ressecamento.

 

A Argila Verde, um dos ingredientes naturais do Shampoo Purificante da B.O.B, controla a oleosidade e limpa profundamente o couro cabeludo, removendo impurezas e resíduos de produtos. Enquanto isso, o Óleo de Palmiste atua fortalecendo o cabelo e ajudando a preservar a elasticidade natural dos fios, prevenindo a queda. Para completar essa ação incrível, os óleos essenciais de Menta, Alecrim e Capim-Limão refrescam e estimulam a circulação sanguínea na região das raízes, estimulando também o crescimento dos fios.

Outro shampoo sólido da B.O.B com efeito antiqueda é o Nutritivo, que nutre os fios enquanto limpa o couro, deixando os cabelos macios, sedosos e brilhosos com uma combinação poderosa de ativos naturais como óleos e manteigas vegetais. 

Um dos componentes do Shampoo Nutritivo da B.O.B é a Argila Branca: rica em minerais, ela dá brilho e ajuda na restauração da fibra capilar, combatendo a opacidade e porosidade dos fios. Com isso, seu uso previne o enfraquecimento e queda dos cabelos. Mas o Nutritivo vai além: a manteiga de Cupuaçu hidrata os fios, que ficam macios e saudáveis desde a raiz, e os óleos essenciais de Ylang Ylang e Gerânio protegem as fibras capilares e ainda oferecem um aroma floral adocicado à fórmula.

 

Você pode combinar o uso dos dois shampoos: enquanto o Purificante tem ação mais intensa de purificação do couro e controle da oleosidade, o Nutritivo colabora com mais força e vitalidade para seus fios, podendo ser usado dentro de um cronograma capilar, em intervalos maiores, como um reforço de nutrição. Ambos os shampoos - assim como toda a linha de produtos da B.O.B - são veganos, livres de crueldade animal e não possuem químicos agressivos ou poluentes, como parabenos e derivados de petróleo! 

A sustentabilidade da linha B.O.B não termina aí: todos os nossos cosméticos sólidos são 100% livres de plástico também! Usar as barras de shampoos, condicionadoreslimpadores faciaismáscaras capilares da B.O.B é a melhor forma de cuidar dos seus cabelos, da sua pele e também do planeta.

Conta pra gente nos comentários como você faz para controlar a oleosidade dos seus fios e compartilhe as suas experiências com a B.O.B.

deixe um comentário

meus produtos